O inverno alemão #Winter in Germany

Hallo!

Chegamos na Alemanha no início de maio, então pudemos aproveitar boa parte da primavera, o verão que foi atípico, muito mais quente e ensolarado do que o normal, depois pudemos observar a mudança da paisagem com a chegada do outono e então o tão esperado inverno.

No Brasil não percebemos tão claramente a mudança das estações, pois o inverno não é tão rigoroso e as árvores tropicais, na maioria perenes se mantém praticamente iguais durante todo o ano.

Mas aqui, a natureza se modifica, para se adaptar às estações e a cada 3 ou 4 meses é possível observar alterações significativas na paisagem.

À partir de outubro o clima fica um pouco mais inóspito, as temperaturas caem um pouco e normalmente não ultrapassam os 15°C. O sol já vai ficando mais raro e os dias mais curtos.

Se você pretende visitar a Alemanha entre outubro e março, certamente a melhor dica que pode ser dada é para deixar para comprar seu casaco por aqui, ou talvez valha a pena uma passada numa Decathlon, uma vez que é possível encontrar roupas para prática de Sky com preços similares aos praticados em Euros por aqui. Com uma jaqueta apropriada, basta mais uma blusa, de preferência em material natural, para aguentar bem as baixas temperaturas, o que proporciona mais conforto e mobilidade, sem aquela sensação de se estar amarrado com uma porção de blusas e casacos.

Materiais impermeáveis e capuzes com pelinhos também são muito úteis, os pelinhos ajudam a proteger o rosto da neve, e com uma jaqueta impermeável você estará protegido tanto do vento como das chuvas que chegam muitas vezes sem avisar.

A jaqueta impermeável com capuz de pelinhos do Bruno

Também é importante ter uma touca que proteja as orelhas e luvas. Luvas impermeáveis são uma boa pedida para quem pretende brincar na neve, pois vale lembrar que a neve molha os tecidos, não tanto quanto a chuva, mas um pouco mais de tempo em contato, acaba molhando também.

Uma coisa que descobrimos por aqui é que existem tipos diferentes de neve, uma é mais líquida, e com a qual não é possível fazer as divertidas bolas, pois ela não “cola” e derrete rapidamente. Existe a neve “seca”, que é quando é possível juntar e brincar, mas se ela estiver seca demais também não é possível juntar e fazer as bolinhas.

Existe também uma chuva que é algo entre a neve e o granizo, com pequenas bolinhas congeladas, mas que descongelam rapidamente, e não proporcionam o mesmo efeito da neve propriamente dita.

Agora a neve, ah sim, essa é um espetáculo para assistir. O movimento dos flocos sendo deslocados pelo vento é de uma beleza que não é possível descrever, só vivendo mesmo.

Ah, e os floquinhos realmente se parecem com os desenhos que são feitos para a representação, o que foi uma linda surpresa para nós.

Flocos de neve nos cabelos da Letícia

Nossa primeira neve aconteceu em novembro, ainda no outono, então é importante estar preparado mesmo antes do início do inverno e depois do seu fim, em março.

Outra coisa importante, são os sapatos, que precisam ter sola antiderrapante, e mesmo com sapatos adequados é importante tomar muito cuidado ao caminhar no piso congelado, pois a neve descongela e a água pode recongelar rapidamente com a queda das temperaturas o que torna o terreno super propício para escorregões e tombos.

Piso com gelo descongelado e congelado novamente

Por aqui também não é difícil de encontrar palmilhas térmicas para reduzir a perda de calor pelo solado dos sapatos. Algumas prometem manter o isolamento por cerca de 8 horas.

Outro acessório importante são os cachecóis que protegem o pescoço e muitas vezes podem proteger também as orelhas.

Se você pretende dirigir por aqui, também é importante lembrar que os carros precisam estar com pneus próprios de inverno e em alguns casos, ainda precisam que sejam colocadas correntes para garantir o atrito e reduzir a chance de acidentes.

Tomados esses cuidados, é só curtir as baixas temperaturas sem medo. Aproveitar os cafés alemães, suas tortas e seus chocolates quentes.

Como o sol não costuma aparecer muito no inverno alemão, e nesse período os dias são curtos, amanhecendo muitas vezes depois das 8h e escurecendo antes das 17h, mal tempo não é desculpa para não aproveitar o passeio. Isso vale para turistas e moradores, pois não é raro ver pais com seus bebês nos carrinhos ou atrelados aos corpos por meio de “baby bags”, mesmo quando as temperaturas estão abaixo de zero.

Nossas crianças no playground

Depois é só aproveitar o aquecimento das construções, as tradicionais banheiras alemãs, talvez uma bolsa de água quente, e curtir o dia seguinte.

Pois cada estação por aqui tem o seu charme e vale a visita.

Auf Wiedersehen!

Priscila e Thiago

Hallo!

We arrived in Germany at beginning of May, then we could see the majority of spring, atypical 2018′ summer, much sunnier and hot that normally, we could also observe landscape changes with Autumn and then our so expected Winter.

In Brazil we can’t feel so clearly seasons changes, once winter is not so rigorous and tropical trees maintain almost equal the entire year.

In Germany, greenery changes to adapt to the seasons and every 3 or 4 months is possible to observe significant changes at landscape.

From October, German climate start to be unhostile, temperatures fall and normally don’t exceed 15°C. The Sun is rare and days shorter.

If you intend to visit Germany from October to March, certainly the best tip is do not buy your winter jacket in Brazil, maybe in a store like Decathlon where is possible to find Sky clothes with similar prices that you will find here in Europe. With the appropriate jacket, you only need more one T-Shirt in natural material to bear low temperatures. 

Waterproof jacket and hooded with hairs are also very helpful, hair hooded protect your face from the snow, and with a waterproof jacket you will be protected as from the wind as from the rain that a lot of times comes without warning.

Is also important to have a hood to protect the ears and gloves. Waterproof gloves are ideal to whom intend to play with snow.

Other thing that we discovered here is that exist different types of snow. The first one is more liquid and is not possible to use it to build a snow man, for example, because it doesn’t have a good capacity to unite, melting quickly. The second one is a “dry” snow, with that is possible to play, but if it is much dry is also not possible to make balls.

Exists also a rain that is between snow and hail, that is composed by little frozen balls, but that quickly defrost, its effect when is raining is different from the snow too.

But the snow, oh yeah! It is a spectacle! The flakes movement has a beauty that is not possible to describe!

And the flakes really are like stars, exactly the same representation used in drawing.

Our first snow was in November, still yet in Autumn, so is important to be prepared before and after the winter.

Other important thing are the shoes, they should have non-slip sole, and even using adequate shoes is important to be careful when walk on frosty soil, once the snow defreeze and refreeze quickly with small temperatures, making the soil perfect for slip and falling.

Is possible to find thermal midsoles, that promise reduce heat loss across the shoes sole. Some promise maintain isolation for 8h.

Other important accessories are scarves that protect the neck and sometimes also the ears.

If you intend to drive here is important to remember that the cars need to use adequate winter wheels and in some cases, you also need to use chains to make it secure.

Looking out careful for this, you can enjoy low temperatures, visiting German coffee shops, enjoying their cakes and hot chocolates.

As the Sun is not so common on German Winter, and the days are shorter, bad weather is not a pretext to stay indoors and don’t enjoy the tour. Here is possible to see parents with their babies in babies’ carriage or baby carriers, even with sub-zero temperatures.

Then is only enjoy buildings’ heating systems and traditional German bathtubs, maybe a hot-water bottle and enjoy the next day.

Every season in Germany has its beauty and worth knowing.

Auf Wiedersehen!

Anúncios

Natal #Christmas #Weihnacht

Hallo!

O Natal na Alemanha é cheio de tradições e significados, e talvez seja a época mais bonita por aqui.

O tempo de Natal, ou Weihnachtszeit começa efetivamente 4 semanas antes do Natal, para sermos mais precisos 4 domingos, com o 1° Domingo de Advento.

Advento por sua vez é o início do ano litúrgico, que antecede o Natal. Para os cristãos, é tempo de preparação e alegria, pelo Nascimento de Jesus Cristo.

Então por aqui, é super comum encontrar as Coroas de Advento, ou Adventskranz, e suas variações, com quatro velas que devem ser acesas uma a cada domingo, chegando no quarto domingo com as 4 velas acesas. Por isso são vendidas também velas de tamanhos diferentes. Aqui estávamos em dúvida sobre o que acontece quando são acesas as velas, e depois de pesquisar com diversos alemães descobrimos que as velas são acesas durante as refeições para lembrar do Advento e também como forma de comunhão familiar, e que inclusive existem canções que podem ser cantadas no ritual de acender as velas (disponível nos links úteis).

Coroa de Advento (Fonte:Pinterest)

Para lembrar o período também existem os Calendários de Advento, ou Adventskalender que podem ser personalizados e feitos em casa ou comprados em todas as variações possíveis, desde chocolates, balas, brinquedos (como Lego e Playmobil), chás, e até comidas para cães e gatos! A idéia é receber um pequeno presente diariamente até o Natal, esses começam a ser abertos no dia 01 de dezembro e vão até o dia 24.

Calendários de Advento diversos (fonte:internet)

No dia 06 de dezembro se comemora o Nikolaustag, ou dia de São Nicolau, é comemorado nesta data por ter sido a data de falecimento do santo. Conta a lenda que três moças não poderiam se casar porque seu pai não tinha condições de pagar seus dotes, na época, indispensáveis. São Nicolau, comovido com a situação, jogou três sacos de moedas de ouro pela chaminé da casa das moças. Os sacos caíram dentro das meias das moças que estavam secando junto ao fogo da lareira. O costume é colocar uma meia ou sapato pra receber as guloseimas que normalmente são merecidas após a criança limpar os próprios sapatos no dia anterior.

nicolauSão Nicolau (fonte: Pinterest)

A Árvore de Natal, ou Weihnachtsbaum também tem sua origem na Alemanha, inicialmente uma tradição pagã e por isso aceita com relutância pela igreja. Até então, ele estava mais ligado a costumes dos povos germânicos, anteriores à cristianização: no inverno, eles penduravam galhos de pinheiro sobre as portas das casas, no estábulo e nos tetos das moradias. Na Idade Média, árvores enfeitadas faziam parte de todas as grandes festas. A origem dos pinheiros natalinos também pode ser atribuída a tal costume. Sua primeira menção data de documentos do ano de 1419. Em geral, na Alemanha as pessoas preferem enfeitar árvores naturais, tanto no interior das casas como nas ruas. As árvores dos Mercados de Natal chegam a ter mais de 10m de altura!

As bolas de natal, por sua vez, foram inventadas por um soprador de vidro da cidade de Lauscha, no leste da Alemanha, no século 19.

20181220_143010Weihnachtsbaum

E por falar em Mercados de Natal, ou Weihnachtsmarkt essa é outra tradição bacana na Alemanha, quase todas as cidades têm seus mercados de natal, onde se podem comprar decorações, presentes e saborear as comidinhas tradicionais da época por aqui. Algumas cidades maiores chegam a ter vários mercados de natal, em Munique visitamos o Weihnachtsmarkt que fica na Marienplatz, que é o mais antigo da Alemanha, sendo fundado em 1310! E o Tollwood, que é um Festival de Inverno que muitas vezes é referido como o “Mercado Alternativo de Natal” de Munique. Com uma “pegada” sustentável, o “Mercado de Idéias” da Tollwood é sinônimo de delícias culinárias de qualidade orgânica e artesanato de todo o mundo. Se estiver passando por Munique nessa época super vale a visita.

Weinachtsmarkt Marienplatz (fonte: https://monaco-de-luxe.de)

Tollwood (fonte: https://www.tollwood.de)

E como por aqui, o Natal acontece no inverno, temos diversas comidinhas especiais para a época, algumas delas podem ser saboreadas nos mercados de natal, como o Glühwein, que é o vinho quente alemão, que se parece um pouco com o vinho quente brasileiro mas menos doce, o Apfelpunsch e o Kinderpunsch. Outras já vem reinando nos supermercados há algum tempo como as Estrelas de Canela (Zimtsterne), que são biscoitos de canela em format de estrela cobertos por glacê. Alias, os biscoitos de natal são super tradicionais por aqui, muitas vezes feitos em casa, são a diversão das crianças que adoram a tarefa de cortar e decorá-los.

bolachasBruno participando de uma Weihnachtsbäckerei

Nossa produção em casa

O auge das festividades acontece entre 24 e 26 de dezembro. Ah sim, porque na Alemanha são comemorados o primeiro e o segundo dia de natal! É claro que na terra em que surgiu a árvore de natal não seria suficiente apenas um dia para a festa propriamente dita!

Na noite de 24 de dezembro, geralmente a parte mais íntima da família se reune pra celebrar o Natal, e nos dias 25 e 26 são comemorados com os tios e primos. O que pode acontecer nas casas ou em restaurantes.

Esperamos que tenham curtido conhecer um pouco mais do que acontece no Natal na Alemanha.

Fröhliche Weihnachten!

Priscila e Thiago

Hallo!

Christmas in Germany has a lot of traditions and meanings, and maybe is the most beautiful period here.

Christmas time, or Weihnachtszeit, start 4 weeks before Christmas at the first Advent Sunday.

Advent in turn is the Liturgical Year start, that happens before Christmas. For Christians, is preparing and happiness time related to Jesus Christ born.

For this reason, is common to find here Advent crown, called in German Adventskranz, and its variations, with 4 candles that have to be burnt one each Advent Sunday, coming to the 4th Sunday with the 4 candles burning. Also, you can find here candles with different sizes, once the 1st candle will burn 4 days and the 4th only one day. We didn’t know about the candle tradition and what we had to do during the ritual. But asking some Germans we discovered that the candles have to be burnt during meals to remember Advent and as family fellowship. They have also some sings that can be singing when you are burning the candles (available at useful links). 

To highlight the period, also exist Advent Calendar, called in German Adventskalender, that can be personalized and handmade or can be bought in every variation that you could imagine, since chocolates, candies, toys (like Lego or Playmobil), teas or food for cats and dogs! The idea is receive a little gift every day, from December 1st to December 24th.

December 6th is Saint Nicholas’ Day, or Nikolaustag, celebrated at date of Saint Nicholas death. The legend says that a 3 daughters father didn’t have money to pay the endowments for his daughters and for this reason they couldn’t married. Saint Nicholas touched by the situation, decided to help them by throwing 3 money bags in the family’s fireplace. The bags fell into the socks that were drying near the fireplace. The practice is leave a sock or shoe to receive the candies from Nicholas that normally can be received after the shoes being cleaned by the kids.

The Christmas tree, in German Weihnachtsbaum, was also created in Germany. Initially a pagan tradition and for this reason, not initially accepted by the church. Until that moment, the tree tradition was linked to Germanic traditions, previous to Christianism. During the winter they’d suspended pine tree branch at houses ‘doors, stables and houses’ roofs. Christmas trees also been credited to Middle Ages, when decorated trees also were present at every big parties. The first Christmas tree was found in documents form 1419. Normally German people prefer to decor natural trees not only by houses’ interior but also on outdoor spaces. Christmas Market’s Trees has more than 10m high.

Christmas tree ornament was created in 19th century by a glassblower from Lauscha at east Germany.

Another German Christmas tradition are the Christmas Market, almost every city has the own Christmas Market where you can find decoration, gifts and traditional Christmas food. Some cities have more than one Christmas Market, in Munich we visited Weihnachtsmarkt located at Marienplatz, that is the oldest German Christmas Market. It was founded in 1310! And we visited also Tollwood, that is a Winter Festival, many times called “Munich Alternative Christmas Market”. Tollwood is more sustainable, his “Idea Marketplace” is synonymous of organic food and international handicraft.

Is important to remember that Christmas in Brazil occur in Summer, for this reason, everything relating Christmas and Winter is new to us. So, German Christmas Markets have a lot of special foods and drinks, as Glühwein, or Hot Whine, Apfelpunsch and Kinderpunsch. Some foods you can find at Supermarkets since September as the cinnamon cookies, called Zimsterne. Besides that, Christmas cookies are very traditional here and a lot of time they are baked at home, where the kids can participate cutting and decoring it.

The celebration climax is between December 24th an 26th. Because in Germany are celebrated the 1st and 2nd Christmas days!

Christmas Eve normally is celebrated with close family, and December 25th and 26th are celebrated with the big family. That can happen at home or in restaurants.

We hope you’d enjoyed to know a little more about German Christmas traditions with us.

Fröhliche Weihnachten!

 

Links úteis:

https://www.youtube.com/watch?v=94QYWxKc0KM

https://pt.wikipedia.org/wiki/Advento

https://www.agendaberlim.com/costumes-alemaes-nicolau/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Festa_de_S%C3%A3o_Nicolau

https://www.dw.com/pt-br/a-pol%C3%AAmica-da-%C3%A1rvore-de-natal/a-1067311

https://www.tollwood.de/tollwood-winterfestival/

https://monaco-de-luxe.de/

https://www.muenchen.de/veranstaltungen/event/15626.html

https://www.dw.com/pt-br/as-hist%C3%B3ria-das-bolas-da-%C3%A1rvore-de-natal/av-41817820

https://www.dw.com/pt-br/receitas-da-culin%C3%A1ria-alem%C3%A3-de-natal/a-1048988

https://forbes.uol.com.br/negocios/2018/12/os-mercados-de-natal-mais-famosos-da-alemanha/

 

Berlin

Hallo!

Berlim é a capital da Alemanha, e durante a DDR foi dividida e a sua metade Oriental se tornou a capital da Alemanha Oriental, enquanto Berlim Ocidental foi cercada pelo muro de Berlim, entre os anos de 1961-1989, enquanto a cidade de Bonn tornou-se a capital da Alemanha Ocidental.

Tem uma população de 3,5 milhões de habitantes, o que a torna a maior cidade do país. Cerca de um terço da área da cidade é composta por florestas, parques, jardins, rios e lagos.

Passamos quatro dias em Berlim, mas certamente a cidade possui possibilidades e programações para vários outros dias.

Chegamos de trem, Berlim tem 3 estações centrais, reflexo da época em que a cidade era dividida, e nós chegamos na Berlin Hauptbahnhof que é a maior estação ferroviária de interseção em múltiplos níveis da Europa.

Foi construída nos antigos terrenos da Estação de Lehrte, em alemão Lehrter Bahnhof, e da estação Lehrter Stadtbahnhof, tendo entrado em funcionamento a 28 de maio de 2006. A estação central por si só já vale a visita, sua arquitetura contemporânea, com varias opções comerciais e conexões para dezenas de destinos.

IMG_5540Berlin Hauptbahnhof

Próximo da estação fica o Rio Spree, onde pode-se conhecer a cidade através de passeios de barco.

IMG_5544Rio Spree

Caminhando pela região central da cidade chegamos ao Parlamento Alemão que é possível visitar através de agendamento prévio.

IMG_5554Deutscher Bundestag

Da cúpula do Parlamento tem-se a vista panorâmica da cidade, onde através de audio-guias é possível identificar seus prédios mais importantes.

IMG_5609Cúpula do Parlamento

Próximo do Parlamento também está o Portão de Brandenburgo, palco dos maiores acontecimentos históricos de Berlim. E que durante o período da Guerra Fria ficava na parte Oriental da cidade, mas permaneceu inacessível aos cidadãos, isolado por muros.

img_5559.jpgBrandenburger Tor

Próximo ao Portão de Brandenburgo também pode-se visitar o Memorial do Holocausto, que foi construído para se parecer com um campo ondulado de pedras. Os blocos são de 2,38m de comprimento por 0,95m de largura e altura variada desde 0,2m até 4,8m. Os blocos são desenhados para produzir “intranqüilidade, clima de confusão e a escultura toda ajuda a representar um sistema supostamente ordenado e que perdeu o contato com a razão humana”. É importante lembrar que esses memoriais são lugares de introspecção.

o e respeito aos mortos, então normalmente são encontradas nas suas redondezas indicações sobre o comportamento adequado ao lugar.

IMG_5562Denkmal für die ermordeten Juden Europas

Ainda no centro da cidade é possível visitar o Checkpoint Charlie, posto militar localizado entre as Alemanhas Ocidental e Oriental, projetado como um simples posto militar para passagem de estrangeiros e membros das Forças Aliadas na Alemanha Ocidental para a Alemanha Oriental. Os membros das forças Aliadas não tinham permissão para utilizar outra passagem designada para estrangeiros, como a estação de trem Friedrichstraße.

Checkpoint Charlie

A estação Friedrichstraße era a estação de fronteira entre Berlim Oriental e Ocidental, e ao lado fica o Palácio das Lágrimas (Tränenpalast), onde eram realizados os procedimentos de controle de saída da Berlim Oriental. O nome é resultado das Lágrimas pela dor da despedida – os berlinenses orientais, em sua grande maioria não tinha o direito de viajar para Berlim/Alemanha Ocidental, e tinham que se despedir de seus entes queridos que moravam na parte ocidental e que os tinham visitado.

IMG_5571Estação Friedrichstraße

Ainda caminhando pela região central é possível visitar a loja de chocolates da Ritter, onde além de comprar os chocolates de inúmeros sabores da marca, é possível desenvolver o seu próprio sabor. E enquanto se espera o chocolate ser finalizado, os visitantes são convidados a sentar na cafeteria da loja ou conhecer um pouco mais sobre os processos da marca.

IMG_5572

Letícia encantada na loja da Ritter

Para conhecer um pouco mais dos pontos turísticos centrais sem caminhar tanto, Berlim conta com algumas possibilidades de ônibus de turismo, mas a opção mais econômica certamente são os ônibus da Linha 100, que fazem o trajeto a cada 15 ou 20 minutos e com um bilhete diário é possível pegar tantos ônibus quanto se desejar.

Alguns pontos que podem ser conhecidos com o ônibus 100

Ilha dos Museus (Museumsinsel) abriga cinco museus renomados mundialmente. Foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1999, tendo sido concebida para ser um lugar dedicado a arte e a ciência. A Ilha dos Museus fica próxima da Berliner Dom, principal Catedral Luterana de Berlim.

Para visitar a Berliner Dom é cobrada uma taxa de 7€ o que inicialmente parece não fazer muito sentido, mas depois que entramos descobrimos que ela também é um museu, e esse valor dá direito a visitar diversas áreas da Dom, incluindo a cúpula e o cemitério que fica no subsolo. Como muitos outros prédios históricos, a Berliner Dom foi bombardeada e depois restaurada. Foi construída entre 1894 e 1905, possui quatro torres e um grande domo central. Teve como referência a Basílica de São Pedro, em Roma (Vaticano).

A igreja é incrível e super vale a visita, é toda ornamentada e cheia de detalhes que encantam aos olhos.

IMG_5651Berliner Dom

Área interna Berliner Dom

Berlim mantém ainda muitas referências ao período em que era dividida pelo Muro de Berlim, e uma delas é o East Side Gallery, onde se mantém 1.113m do muro original, hoje transformada numa galeria de arte a céu aberto.

East Side Gallery

Também fomos conhecer Köpenick, Köpenick foi uma cidade histórica localizada no sudeste de Berlim . Anteriormente era conhecido como Copanic e depois Cöpenick, adotando oficialmente a atual grafia em 1931. É conhecido pelo famoso impostor Hauptmann von Köpenick que, em 1906, se disfarçou de oficial militar prussiano, reuniu vários soldados sob o seu “comando” e “confiscou” mais de 4.000 marcos de um tesouro municipal.

Antes de sua incorporação em Berlim em 1920, Köpenick era uma cidade independente. Tornou-se então um bairro de Berlim, com uma área de 128 km2, tornando-o maior bairro de Berlim.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Köpenick

Em nosso ultimo dia em Berlim, visitamos o Zoológico de Berlim e a Gedächtniskirche outra igreja fortemente bombardeada na 2a Guerra. Suas ruínas foram mantidas para ser memorial para a paz e a reconciliação.

IMG_5973Gedächtniskirche

O Zoológico de Berlim é super bacana e valeu todas as horas que passamos visitando. Lá podem ser vistas diversas espécies ameaçadas e a estrutura do zoológico é impressionante. Estivemos em Berlim em julho, onde as temperaturas atingiram valores recordes, então alguns animais tinham suas jaulas climatizadas e outros, como os elefantes recebiam banhos de mangueira. Os animais oriundos de regiões tropicais dispõem de áreas fechadas para resistirem com conforto ao inverno alemão.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Zoológico de Berlim

Quando visitamos o Zoológico de Berlim a área dos felinos estava sendo reformada e acabamos não tendo a oportunidade de ver esses animais.

Uma área super bacana para quem visita o Zoológico de Berlim é a Fazendinha, onde as crianças podem ver animais como cavalos, bodes e vacas e ainda têm a oportunidade de alimentá-los.

Alimentando os animais no Zoológico de Berlim

O Zoológico de Berlim conta ainda com um edifício de 3 pavimentos destinado ao aquário, onde também podem ser vistos répteis, crocodilos entre outros. Esse prédio também foi reconstruído depois de ter sido bombardeado na 2a Guerra.

Animais no aquário do Zoo de Berlim

Berlim é uma cidade incrível, cosmopolita, com uma diversidade impressionante, vale diversas outras visitas para explorar ainda mais os seus encantos.

Esperamos que vocês tenham curtido conhecer um pouquinho de Berlim pelos nossos olhos, na próxima postagem, como não poderia deixar de ser vamos falar sobre o Natal alemão.

Auf Wiedersehen!

Priscila e Thiago

Hallo!

Berlin is Germany’s capital and during DDR had been divided, East Berlin was capital of East Germany while West Berlin was enclosed by Berlin Wall between 1961 and 1989 and Bonn became East Germany capital.

Berlin has 3,5 million inhabitants, that makes Berlin the biggest German city. Around 1/3 of the city area is composed by forests, parks, gardens, rivers and lakes.

We spent four days in Berlin, but certainly is possible to spent a lot of days there without repeat programs.

Berlin has three Train central stations, reflection of the division period. We arrived at Berlin Hauptbahnhof that is the biggest intersection train station in multiple levels in Europe.

It was built at old Lehrte Station land, starting the operation in May 28th, 2006. The Central Station is very interesting, with a contemporary architecture and a lot of commercial options besides many train connections.

Near the Central Station is Spree River, where is possible to know the city by boat trip.

Walking around central region we arrived at German Parliament, that is possible to be visited by previous booking.

Parliament’s Dome has a panoramic city view, and by audio guides is possible to identify the most important city buildings.

Near the Parliament is also Brandenburg Portal, arena to the biggest historical moments of Berlin. During Cold War Brandenburg Portal was located at East Berlin but had stayed inaccessible to the citizens, isolated by walls.

Not so far from Brandenburg Portal can be visited Holocaust Memorial.  It was built to look as a corrugated stones camp. The blocs have 2,38m length by 0,95m width, hight is variable from 0,2m to 4,80m. The blocs were designed to produce “agitation and confusion, the sculpture represents a supposed organized system that lost the contact with the human reason. Is important to remember that these places are introspection places and respect to the dead and normally you can find there some indications about how you should proceed there.

Still at downtown is possible to visit Checkpoint Charlie, a military position located between East and West Germany. It was designed to be a in passing military position to abroad people and Allied Forces from West Germany to East Germany. Military people was not authorized to use another passage place as Friedrichstraße train station.

Friedrichstraße Train Station was a board station between East and Weast Berlin. There you can visit also Palace of Tears, where was holded the control procedures to exit East Berlin. The name results of the tears of farewell, people from East Berlin normally was not authorized to travel to West Berlin and there they had to say goodbye to their family and friends that didn’t lived at East Germany.

Still walking at Berlin central region is possible to visit Ritter Chocolate Store, were you can not only buy the chocolates but also develop your own chocolate. And while wait the chocolate ending the visitors are invited to go to their Coffe Shop or know more about the brand process.

To know more touristic points at central region, Berlin has some touristic buses options. But certainly the cheaper option is 100 Line, these buses run every 15 or 20 minutes and using a daily ticket is possible to take how many buses that you wish.

Museum Island has 5 renowned museums. It was declared UNESCO word heritage in 1999. Was designed to be a place dedicated to Art and Science. Museum Island is located near Berliner Dome, the most important Protestant church in Berlin.

To visit Berliner Dome is necessary to pay 7€, and with this payment you can visit a lot of areas of the church, including the dome and the cemetery located at church’s subsoil. As many Berlin historical buildings, the cathedral was bombed and reconstructed after the war. It was orilinally constructed between 1894 and 1905 having four towers and a big central dome. Was inspired by Saint Peter Basilica in Rome.

The church is very interesting, with many ornaments and details that make enchantment.

Berlin has also a lot of references to the period that was divided by Berlin Wall. One of them is East Side Gallery, where is kept 1.113m of the original Wall. The old wall is today an outdoor art gallery.

We also visited Köpenick, that was an historical city located at southwest of Berlin. The original name was Copanic, than called Cöpenick and assumed the current orthography in 1931. Is known by the famous impostor Hauptmann von Köpenick, that in 1906 had disguised as Prussian military official and confiscated 4.000 marks of town teasure.

Before be part of Berlin city in 1920, Köpenick was an independent city. Today is the biggest Berlin neighborhood with 128km² area.

In our last day in Berlin we visited Berlin Zoo and Gedächtniskirche, other highly bombed church at 2nd Big War. The ruins are a peace and reconciliation memorial.

Berlin Zoo is very interesting, there is possible to see many endangered species and the Zoo structure is impressive. We were there in July and in 2018 the Summer was very hot and dry in Europe; some animals were in acclimatized cages or showered as the elephants. Animals that come from tropical regions also have closed areas to have comfort during German winter season.

When we visited Berlin Zoo the felines area was being reformulated and we couldn’t see that animals.

Other interesting area to be visited at Berlin Zoo is the Small Farm, where kids can see farm animals as horses, cows and goats and also have the opportunity to feed them.

Berlin Zoo has also a 3 pavements building where is located the aquarium, there you can see also reptiles, crocodiles among others. This building was also reconstructed after being bombed at 2nd War.

Berlin is an incredible city, cosmopolitan, diversity that we would like to visited more times to be able to explore more their enchantments.

We hope you liked to know a little of Berlin by our experience. Next week we will tell a little about German Christmas.

See you there.

Auf Wiedersehen!

Links Úteis

https://pt.wikipedia.org/wiki/Esta%C3%A7%C3%A3o_Central_de_Berlim

https://www.bundestag.de/besuche/formular/249314

https://simplesmenteberlim.com/tranenpalast-palacio-das-lagrimas/

https://www.meusroteirosdeviagem.com/2010/10/berlim-parte-3-catedral-e-os-museus-de.html

https://viagemladob.com/gedachtniskirche-igreja-bombardeada-em-berlim/

https://simplesmenteberlim.com/zoologischer-garten-zoologico-de-berlim/

Weimar

Hallo!

Hoje vamos apresentar uma das nossas cidades favoritas aqui na Alemanha: Weimar.

Weimar é patrimônio da humanidade de acordo com a UNESCO. É uma cidade independente (Kreisfreie Stadt) ou distrito urbano (Stadtkreis), ou seja, possui estatuto de distrito.

É conhecida pelos grandes nomes que lá viveram nos tempos do romantismo, sendo Goethe, Schiller e Nietzsche os mais importantes. No Theaterplatz (“Praça do Teatro”) foi proclamada a República de Weimar, que foi o período compreendido entre 1919 e 1933, entre o fim da I Guerra Mundial e a ascensão do partido nazista ao poder. Os acontecimentos históricos deste período são resultado da reação de setores da sociedade alemã à derrota na I Guerra Mundial e influenciaram a eclosão da II Guerra Mundial.
A existência da República de Weimar pode ser dividida em três fases: uma fase de instabilidade política e econômica, entre 1919 e 1923; uma fase de recuperação e estabilização, entre 1923 e 1929; e uma nova fase de crise, decorrente da quebra da Bolsa de Nova Iorque e com a ascensão do nazismo, entre 1929 e 1933.

Caminhando pelo centro histórico

Em Weimar, também se encontra o campo de concentração nazista de Buchenwald, que em 1958 foi transformado em Memorial Nacional e reformado em 1990, lá podem ser visitados edifícios históricos do período nazista e quatro exposições permanentes. O primeiro dia do Comício do Partido Nazista após a refundação do Partido em 1925 foi realizado em Weimar em 4 de julho de 1926. Weimar também foi palco de grandes manifestações nazistas durante a campanha eleitoral de 1932.

IMG_20180512_170801

Theaterplatz Weimar

A história de Weimar também pode ser conhecida no Stadtmuseum Weimar, que apresenta uma exposição permanente sintetizando a história da cidade desde a época de Goethe até o ano de 1989. A sua coleção inclui cerca de 100.000 ítens.

Por quase 50 anos Johan Wolfgang von Goethe viveu em uma casa no estilo barroco que foi projetada e construída de acordo com os desejos do poeta.  Atualmente a casa onde ele viveu está restaurada e pode ser visitada, porém é bom prestar atenção que o número de visitantes é limitado, para garantir a conservação da edificação.

IMG_20180512_161642

Goethe-Nationalmuseum

O humanismo de Goethe, Schiller, Wieland, Herder e Falk eram estranhos a Hitler. A arte da Bauhaus era por ele considerada degenerada. Uma das razões que atraíram a atenção de Adolf Hitler para Weimar era o mito da cidade como um centro de cultura e vida intelectual.

IMG_4415

IMG_20180512_173109

Chair e Universitätsbibliotek

Goethe escreveu que “Weimar não é uma cidade com um parque, mas um parque com uma cidade” referindo-se ao Park der Ilm. No centro do parque encontra-se a casa de férias de Goethe, um dos museus que a cidade procura preservar e rentabilizar.

IMG_20180512_160502

Park der Ilm

No Park der Ilm também se encontra um cemitério soviético, em homenagem aos soldados que morreram na II Guerra, e um reflexo também do período da DDR.

Cemitério Soviético

IMG_20180512_160754

Praça

Um dos marcos de Weimar é a presença da universidade Bauhaus, que desde a sua fundação em 1919 por Walter Gropius mantém uma profunda relação com a cidade, transformando-se num centro não só turístico, mas também estudantil, com muita animação noturna.

Bauhaus

Weimar também foi a capital da Turíngia, e após a reunificação alemã, em 3 de outubro de 1990, com a constituição da Turíngia novamente como “Estado Livre”. No mesmo ano, realizaram-se as primeiras eleições regionais. O primeiro Parlamento da Turíngia foi inaugurado no Teatro Nacional alemão em Weimar, no dia 25 de outubro de 1990. E em 1991, Erfurt foi declarada sede do Parlamento da Turíngia e capital do estado.

Atualmente Weimar é uma cidade extremamente cultural, com forte influência das universidades. Em seu centro histórico encontram-se diversos restaurantes onde se pode aproveitar o bom tempo também ao ar livre.

IMG_20180512_161854

 Centro Histórico

O Cemitério Histórico de Weimar (1818), está localizado na região central da cidade, também é patrimônio da UNESCO, um dos mais belos e mais frequentados da Alemanha, onde podem ser visitados os túmulos de diversos personagens significativos da Weimar Classica.

Cemitério Histórico

Weimar conta ainda com quarto castelos abertos à visitação, o Palácio da Cidade, está em restauro e deve ser reaberto em 2023; o Schloss Belvedere, um elegante palácio de verão, construído pelo Duque Enrnst August, é o mais importante dos seus 20 palácios de lazer; o Schloss Tierfurt, e o Schloss Ettersberg, localizado próximo da floresta, que foi usado como também por Schiller para a finalização da sua obra “Maria Stuart”.

Vale lembrar que muitas destas atrações não funcionam no período de inverno, entre novembro e fevereiro.

Ainda é possível fazer diversos passeios com crianças por Weimar, como o Museu da Pré-História e História Antiga, Museu Alemão das Abelhas, Casa Weimar, Workshops abertos, Audioguias para crianças e o Rucksacktouren, onde as crianças podem alugar mochilas com um livro que conta a história do lugar visitado, de forma lúdica onde a criança resolve tarefas, pode experimentar a aprendizagem através de jogos e brincadeiras.

IMG_4409

Esperamos que vocês tenham curtido esse breve passeio por Weimar. Na próxima semana vamos contar sobre nossa visita a Berlim.

Auf Wiedersehen!

Priscila e Thiago

 

Hallo!

Today we will present you one of our favorite German cities: Weimar.

Weimar is an UNESCO word heritage, is an Independent City (Kreisfreie Stadt) or Urban District (Stadtkreis), in other words, has District Statute.

Weimar is known by important people that had lived there at Romanticism Age, being the most important ones:  Goethe, Schiller and Nietzsche. At Theaterplatz (“Theater Square”) was proclaimed Weimar Republic, period between 1919 to 1933, from 1st War and ascension of Nazi to the power. The historical facts from this period are result of reaction from German society at German defeat at 1st War and influenced the eclosion of 2nd War.

Weimar republic can be divided in three stages: a political and economic instability stage, from 1919 to 1923; a recovery and stabilization stage, from 1923 to 1929; and a new crisis stage from 1929 to 1933, result from collapse of the New York Stock Exchange with the Nazi grow.

In Weimar you also can visit Buchenwald Nazi Concentration Camp, that in 1958 was transformed as National Memorial and in 1990 was renovated, there you can visit historical buildings, and four permanent exhibitions. The first day of Nazi Party Rally was performed at July 4th, 1926. In Weimar also happened the big Nazi Manifestations during 1932’s election campaign.

Weimar history also can be known at Stadtmuseum Weimar, that presents a permanent exhibition that synthetized the city history since Goethe era until 1989. The collection has about 100.000 items.

During almost 50 years Johan Wolfgang vin Goethe lived in a baroque style house, that was designed and constructed by the poet desires. Nowadays the house can be visited, however, the museum has a limited visitors number, to guarantee build conservation.

Goethe, Schiller, Wieland, Herder and Falk humanism was strange to Hitler. The Bauhaus’ art was by him considered degenerated. One of the reasons that attracted Hitler by Weimar was the myth of the city as a cultural and intellectual life center.

Goethe had written that “Weimar is not a city with a park, but a park with a city”, referring to Park der Ilm. At the center of the park you can find Goethe holiday house, one of Weimar museums.

At Park der Ilm you can find also a Soviet Cemetery, to honor Soviet soldiers that had died at II War, it is also a reflect from DDR period.

One of the landmarks of Weimar is Bauhaus University presence, that since the foundation in 1919 by Walter Gropius maintain a deep relationship with the city, that was transformed not only in a tourist center but also student with a lot of nocturne options.

Weimar was also Thuringia capital, and after German reunification at October 3rd, 1990, when Thuringia was again considered a “Free State”. In the same year were carried the first regional elections. The first Thuringia Parliament was opened at October 25th, 1990, and in 1991 Erfurt was declared Thuringia Parliament head office and Thuringia’s capital.

Nowadays Weimar is extremely cultural city, with a strongest universities influence. At Weimar historical center you can find a lot of restaurants where you can enjoy good weather also in outdoor spaces.

Weimar Historical Cemetery (1818), is located at central city area, is also an UNESCO word heritage, one of the most beautiful cemeteries in Germany where can be visited tombs of a lot of significant personalities of Classical Weimar.

Weimar has also four Castles that can be visited, City Palace that has being restored and will be opened in 2023; Schloss Belvedere, an elegant summer palace, hat was built by Duke Ernst August, is the most important between his 20 lounge palaces; Schloss Tierfurt and Schloss Etterberg located near the forest, was used also by Schiller during “Mary Stuart” ending work.

Is important to remember that many of these attractions cannot being visited between November and February.

Weimar has also some kids tours, as Museum of Prehistory and Early History of Thuringia, German Bee Museum, Weimar House, open Workshops, Kids’ Audio guides and Rucksacktouren, where kids can rent backpacks with books that explain playful the visited place, solving tasks and offering a possibility to the kids learning by playing.

We hope you have enjoying this short tour by Weimar. Next week we will tell you about our visit to Berlin.

See you there!

Auf Wiedersehen!

Links úteis:

https://brasilescola.uol.com.br/historiag/republica-weimar-ascensao-nazismo.htm

https://www.weimar-lese.de/index.php?article_id=501

http://www.thirdreichruins.com/weimardresden.htm

https://www.lzt-thueringen.de/files/ebook_portugiesisch.pdf

https://www.weimar.de/tourismus/

https://www.klassik-stiftung.de/bildung/kinder-und-familien/rucksacktouren/

Transporte Animal # Animal transportation

Hallo!

Na última semana prometemos falar sobre Weimar, mas como na última sexta-feira nossos gatos chegaram por aqui, resolvemos mudar o tema e Weimar será apresentada na próxima postagem.

Nossa família completa tem dois gatos que ficaram no Brasil aguardando o melhor momento para viajar.

Como já contamos, chegamos na Alemanha com 12 malas, sem conhecer o país e com um “Stop Over” realizado em Portugal. Neste cenário ficou impossível fazermos a mudança com a família completa.

Além disso o processo de transporte animal é burocrático e demorado. Inicialmente chegamos a cogitar a possibilidade de deixá-los no Brasil, mas nenhum amigo pode ficar com eles e estava fora de cogitação deixá-los com desconhecidos.

01

Léo e Lini

Na última semana antes da viagem decidimos que eles realmente viriam para a Alemanha e fomos atrás de prepará-los para poderem viajar.

Como todos os outros processos nós fizemos sozinhos, nos informamos sobre todos os procedimentos necessários para providenciar a documentação para a viagem deles também.

Primeiro os levamos para a implantação dos microchips, que deve acontecer antes da vacinação contra a raiva. Eles haviam sido vacinados em dezembro/17 quem tem animais de estimação sabe que a vacina da raiva é anual, mas a regra determina que os animais devam ser vacinados depois da implantação e por este motivo precisaram ser vacinados novamente no final de abril.

Depois dos microchips implantados e da vacinação eles precisavam aguardar 30 dias para a realização da sorologia antirrábica. Esse exame precisava ser feito por um dos laboratórios credenciados e no caso dos nossos gatos foi feito pelo TECSA de Belo Horizonte.

04

Léo e Lini

Os resultados dos exames demoraram cerca de 15 dias para ficarem prontos, e os animais só poderiam embarcar 90 dias depois da realização do exame.

Nossa ideia inicial era que eles viajassem acompanhados pela mãe do Thiago, ou então que a Priscila fosse buscá-los, a preferência pela viagem acompanhada era porque, além de termos a oportunidade de matar um pouco as saudades, a Lufthansa dispõe da possibilidade de despachar os animais como bagagem em uma mesma caixa de transporte, que achávamos que seria o mais adequado para que um pudesse confortar o outro.

Também tínhamos a possibilidade de contratar uma empresa especializada em transporte animal, fizemos várias cotações que variaram bastante e descobrimos que o valor era equivalente ao pagamento das passagens de ida e volta para a Vovó.

Entramos em contato com o ministério da agricultura para saber como fazer o agendamento do Certificado Zoossanitário Internacional (CZI) e começamos a tentar organizar os documentos para a viagem.

Nosso deadline era o dia 03 de novembro, data que completavam os 6 meses da nossa chegada na Alemanha e final do prazo em que o Thiago poderia dirigir por aqui com a carteira de habilitação brasileira.

E embora tenhamos conseguido providenciar e resolver muitas coisas por telefone e e-mail começamos a nos preocupar caso tivéssemos algum problema com a documentação e os animais fossem proibidos de viajar na última hora.

Isso porque o CZI demora cerca de 48h para ser emitido e só pode ser emitido com, no máximo, 10 dias antecedência e mesmo que a Priscila fosse para lá só para resolver isso, corríamos o risco de alguma coisa não sair exatamente conforme planejado inviabilizando toda a viagem.

Foi quando optamos pela contratação de uma empresa especializada no transporte animal, a Embarpet. Fomos atendidos pela Thamires que teve muita paciência para nos explicar todos os procedimentos e tirar todas as nossas dúvidas, que não eram poucas, o único problema no caso de viajarem como carga era que eles não poderiam ser transportados na mesma caixa de transporte e isso estava nos deixando com os ” corações nas mãos”, mas a Dra. Renata da Mastervet nos acalmou explicando que era o mais adequado para garantir a segurança dos dois.

À partir da contratação da empresa, o trabalho foi dividido, no nosso caso tivemos que providenciar uma autorização de transporte, para que o pai do Thiago que ficou responsável no Brasil pudesse despachá-los, e também enviamos cópias dos documentos da Priscila que é a responsável legal pelos dois. O Vovô precisou providenciar uma procuração com firma reconhecida e também enviar cópia autenticada dos seus documentos.

Aproximadamente 20 dias antes da viagem foi feita a reserva do vôo com a companhia aérea no Brasil. Na sequência recebemos uma ligação da companhia aérea aqui na Alemanha para confirmar que iríamos buscar os animais no aeroporto em Frankfurt e nos passando os dados do vôo e como os encontraríamos no aeroporto.

Na semana anterior à viagem, eles tiveram uma consulta com a nossa veterinária a Dra. Renata que nos falou que estava tudo ótimo com os peludos e emitiu o atestado médico para a viagem. O atestado também precisou seguir um padrão exigido pelo Ministério da Agricultura e Receita Federal.

Todos os documentos providenciados, enviamos para a Embarpet juntamente com as carteirinhas de vacinação e ficamos torcendo para não ter problema com o prazo solicitado para a emissão do CZI. O Ministério da Agricultura não considerou 90 dias e sim 3 meses da data de coleta do exame o que fez com que emitissem o documento só no dia da viagem.

Na noite do dia 31/10 os dois foram retirados na casa dos pais do Thiago e encaminhados para a empresa onde passaram a noite, pois a logística em São Paulo não é das mais fáceis quando se precisa atravessar a cidade vindo de Guarulhos para a Zona Sul.

1009

As caixas de transportes identificadas e com a ração extra

No dia seguinte, com as caixas de transporte identificadas e todos os documentos eles foram levados para o Aeroporto.

E para nós aqui do outro lado do Atlântico só restava aguardar e torcer que eles ficassem bem.

Na manhã do dia 02 de novembro deixamos o Bruno na escola e seguimos em direção a Frankfurt, foi um pouco confuso encontrar o portão certo, mas com um pouco de ajuda chegamos lá.

O primeiro passo foi passarmos no escritório da companhia aérea, a parte mais bacana foi que a primeira coisa que a atendente falou foi que eles haviam chegado bem, o que deu um alívio danado na nossa ansiedade. Depois ela nos entregou a documentação original deles e nos orientou a seguirmos até o escritório do departamento veterinário. Lá eles analisaram todos os documentos e depois de 20 minutos nos entregaram um outro documento informando que estava tudo certo com o processo e com os animais. De lá, retornamos ao escritório da companhia onde fomos orientados a ir até o escritório da Receita Federal Alemã comunicar a importação dos animais. Feito isso, voltamos novamente até a Lufthansa Cargo onde fomos informados que estava tudo certo e poderíamos finalmente retirar os dois.

12.jpg

esperando a liberação dos filhotes peludos

Depois de 6 meses de espera e cerca de 2 horas burocráticas no aeroporto de Frankfurt pudemos finalmente reencontrar nossos pequenos peludos e seguir para casa para que as crianças também pudessem matar as saudades, os dois estavam bastante estressados mas no dia seguinte já estavam se alimentando normalmente.

WhatsApp Image 2018-11-03 at 14.44.21

Lini aproveitando a vista

Também tivemos sorte que o tempo ajudou e a temperatura máxima chegou a 17°C nesta semana, não tão fria para quem acabou de deixar a primavera brasileira.

Na próxima postagem falaremos sobre a linda Weimar como prometido na semana anterior.

Auf Wiedersehen!

Priscila e Thiago

Hallo!

Last week we’d promissed to tell about Weimar, but last Friday our cats arrived in Germany and we decided to change our thema. For this reason Weimar will be presented in our next post.

Our complete family also has two cats that were waiting the best moment to travel and join us.

As we told, we’d arrived with 12 luggage, we didn’t know the country and having a 3 day Stop Over in Portugal. For this reason was impossible to came with our cats at the first moment.

In addition, animal transport is a bureaucratic and lengtly process. At first we’d considered to leave them in Brazil, but as we didn’d find a friend that was abble to stay whit them, and we couldn’t leave them with a unfamiliar person.

In our last week before our travel we’d decided that they would travel to Germany and we started to prepare them to travel.

As we did all our immigration process by ourself, we’d collect informations about all necessary procedures to organize the animals transport too.

First we’d carried them to microchip implant that need to happen before Rabies vaccine. Our cats were vaccined in December 2017, and who has pets know that Rabies vaccine needs to be applied once a year, but the rule to travellers animals says that ther have to be vaccined after have michochips. For this reason they were vaccined again in April’s ending.

Having microchips and Rabies vaccines they had to wait 30 days to test Anti Rabies serology. This exam has to be done by a authorized laboratory, in our case it was done by TECSA at Belo Horizonte.

After collected the material for examination, the rules said that our cats had to wait 90 days to have authorization to travel.

Our initial idea was to ask to Thiago’s mom to accompany them or that Priscila could travel to bring them. Our preference about accompanied travel was motived not only by having the opportunty to see our Brazilian family, but because Lufthansa company has the possibility to dispatch the animals at the same transportation box, and we thought that it could be the most adequate for our cats. Once they are so close each other.

We also could contract a specialized company to help us with the documentation and dispatch the cats as a live cargo. We had made some quotations and discovered that the value was equivalent to a accompanied travel by Grandma.

Our deadline for the cats travel was November 6th, when we complete 6 months living in Germany. And the ending date of the possibility to drive here using Brazilian drive permission.

We could provide and solve many things by phone and email, but we were worried about having problems that could block the travel at the last moment. This worried was caused by the fact that you only can ask an animal travel permission 10 days before the travel date and Federal Agency need 48hours to issue the document. And if somethig wrong hapened we wouldn’t have time to solve the problem and assure that the cats could travel at expected date.

For this reason we opted to contract a specialized comapny  called Embarpet. The person that had attended us was Thamires and she had a lot of patience to explain us every procedure and answer our questions and doubts. The problem about travel as animal cargo was that they couldn’t travel together at the same transportation box but our Veterinary Dr. Renata from Mastervet clinic said us that this was more adequate to guarantee their security during the flight, and she convinced us that was really better for them.

From the moment when we’d opted by contract with Embarpet our work was divided, Priscila had to provide and send a transport authorization permiting to Thiago’s father dispatch the cats, we also send copies of our documents. And Grandpa needed to provide a legal authorization and send his document copy.

Around 20 day before the travel was booked the flight tickets in Brazil. Then we received a call from the flight company here in Germany to confirm data and that we really would be at Frankfurt Airport to catch them.

At the week before the travel our cats had a medical check with our Veterinary Dr. Renata and she told us that everithing was fine. She reported a standard document necessary to permit to Federal Agency to provide the travel authorization.

With all documents provided, we sent them to Embarpet with the vaccination cards. From that moment we were waiting to don’t have problems with the travel authorization that they only would emit at November 1st, the travel date.

At October 31st evening they were catch at Thiago’s parents house and referred to the Embarpet office where they spent the night, and in the morning they were referred to Guarulhos Airport.

For us here in the other Atlantic side only wait and keep the fingers crossed for a good travel for our pets.

On Nobember 2nd morning we’d delivered Bruno at School and went to Frankfurt.

Once at Frankfurt Airport we needed find the correct gate and go to Lufthansa Cargo office, there the first thing that the attendant’d said was that our cats were fine. It was wonderful because we were so anxious about good news. Then she’d delivered us their original documents and oriented us to go to a veterinary office. There they analyzed the documents and after 20 minutes they delivered another document that said that everything was correct with import process. This we return to Lufthansa’s office where we were oriented to go to Germany Federal Revenue to communicate the animal import. With this second document we came back to Lufthansa Cargo office and we could finnaly catch our cats.

After 6 months waiting and around 2 bureaucratic hours at Frankfurt Airport we could finally reconnect with our two little furry and drive home to stand our kids. The cats were very stressed by travelling but in the second day they ate normally and everything was fine.

We had also lucky with the weather, during this first week the maximum temperature was around 17°C, not so cold to whom came from a Brazilian Spring.

Next week we will finally present the beautiful Weimar as we’d promissed last week.

See you there!

Auf Wiedersehen!

Priscila and Thiago

Links úteis:

http://www.agricultura.gov.br/assuntos/vigilancia-agropecuaria/animais-estimacao

https://ec.europa.eu/food/animals/pet-movement/approved-labs_en

https://www.lufthansa.com/mediapool/pdf/00/media_1110201800.pdf

https://www.embarpet.com.br/

http://www.veterinariamastervet.com.br/

https://www.petrelocation.com/blog/post/video-explore-the-lufthansa-animal-lounge-in-frankfurt

 

 

Lazer # Entertainment

Hallo!

Diversão na Alemanha é assunto sério, assim como na maioria das coisas que os alemães se propõem a empreender.

Seus brinquedos em parques de diversão itinerantes são extremos e chamam a atenção pelo tamanho, como os brinquedos que ocupam boa parcela da área da Oktoberfest em Munique.

Oktoberfest Munique

Segundo o site Tripadvisor, os 10 melhores parques da Alemanha são o Europark em Rust, o Phantasia Land em Bruhl, Tripsdrill em Cleebronn, Steinwasser em Oberried, Hansapark em Sierksdorf, Karls Erlebnis-Dorf em Roevershagen e o Heide Park em Soltau, Freizeitpark Ravensburger Spieleland em Meckenbeuren, para as crianças o Legoland em Gunzburg e o Playmobil Fun Park em Zirndorf são escolhas super acertadas.

Nós já conhecemos o Playmobil Fun Park, e o parque é super bacana, achamos que apenas o Bruno fosse curtir, mas a Letícia aproveitou muito também. Os brinquedos são lúdicos e forçam a criança a se exercitar e gastar a energia. As áreas temáticas tem vários brinquedos diferentes e eles estavam fascinados. Imensas casas na árvore com diversos brinquedos para praticar arvorismo, um pula-pula gigante, barco pirata e um lago onde você mesmo move o teu barquinho estão entre os destaques que chamaram mais a atenção. Sendo outra visita super recomendada para quem vem para a Alemanha com crianças.

Playmobil Fun Park

Existem também os parques aquáticos como o Therme Erding que é o segundo maior complexo de águas termais da Europa, (o primeiro é o Parque Termal de Bucareste), com 185.000m² localizado a 30 minutos de carro ao norte de Munique, recebendo cerca de 4.000 visitantes anualmente.

Quase todas as cidades dispõem de piscinas públicas, onde por valores super acessíveis é possível passar o dia aproveitando a estrutura do local. O clima por aqui é mais ameno embora neste ano tenhamos batido recordes de temperaturas no verão, então não é muito comum encontrar piscinas em residências e condomínios o que faz com que as piscinas sejam frequentadas por todas as camadas da população.

Piscina Bad Salzungen

Os alemães também curtem bastante banhar-se em rios e lagos, e não é difícil encontrar algum lugar com estrutura de camping para isso também. Muitos alemães têm uma relação super tranquila com o corpo e nos lagos e parques não é difícil encontrar pessoas nuas, pois para os alemães, tirar a roupa em parques, praias e clubes esportivos é uma opção e um estilo de vida com décadas de tradição chamada Freikörperkultur (FKK), ou  cultura do corpo livre em tradução livre. Praias livres de roupas (ou setores) são marcadas com uma placa. Por isso, antes de fazer striptease, certifique-se de que você está no lugar certo.

lagoLago

Aliás, não é apenas nos lagos onde se pode encontrar os praticantes do FKK, nos parques também, e os parques são outra deliciosa opção de lazer por aqui. A maioria das cidades possuem seus parques urbanos, sempre bem cuidados e com áreas generosas e bons projetos são ótimas opções de lazer por aqui, geralmente dipõem de Bier Gärten e playgrounds.

bier gartenBier Garten – Berlim

english gartenEnglische Garten Munique

parqueAs crianças aprendendo a andar de patins

Os playgrounds, chamados de Spielplatz, por aqui também são atrações bastante interessantes para as crianças, a geralmente são bem conservados e bem projetados, com escorregadores gigantes, pula-pulas e áreas de escalada fazem a diversão dos pequenos por horas.

Playground Munique, Bad Liebenstein e Weimar

O país também tem uma grande preocupação com sustentabilidade, então bicicletas e meios de transporte mais alternativos são benvindos, só é importante prestar atenção onde andar, skate por exemplo é proibido nas ruas das cidades.

bikePasseio de bike

A Alemanha tem um inverno relativamente longo, nesta época do outono as temperaturas já andam baixas por aqui chegando perto dos 0°C nas madrugadas, ainda não pegamos nossa primeira neve mas estamos ansiosos para ver a paisagem se transformar ainda mais. No inverno um dos esportes mais praticados, principalmente pelas crianças é o Schlitten fahren ou andar de trenó. Para os adultos existem vários lugares para a prática de esqui, os mais conhecidos são Sauerland, Harz, a Floresta da Turíngia, a Floresta Negra e os Alpes na Baviera.

A caminhada nórdica também faz muito sucesso por aqui. A atividade é realizada com bastões similares aos de esqui que auxiliam na O acessório também deixa a atividade mais dinâmica, pois funciona como um impulsor, favorecendo a amplitude da passada e a velocidade do exercício, caminhar com os acessórios permite apertar o passo e sobrecarregar menos os joelhos e usados na altura certa, os bastões obrigam a caminhar com a coluna reta, o que previne dores e desvios na postura.

Marche-nordique-article-21Caminhada nórdica imagem: https://www.bythelake.ch/en/nordic-walking/

Mas a Alemanha também dispõe de opções de Lazer indoor, como o Jump House que visitamos em Berlim, onde por um valor fixo as crianças e também os adultos podem se divertir entre uma e duas horas.

Jump House – Berlim

Na Alemanha, também dispomos de ótimas salas de cinema, mesmo em cidades menores, as salas dispõem de lugares e preços diferenciados. A grande maioria dos filmes é exibida dublada e muitos títulos recebem nomes exclusivos por aqui, mesmo os que mantêm seus nomes em inglês. Em cidades maiores é possível encontrar cinemas que exibem os filmes na linguagem original como o Sony System em Berlim. Além disso, nem todos os filmes acompanham os lançamentos mundiais como aconteceu com a sequência de “Os Incríveis” que precisamos aguardar 2 meses para assistir.

unglaublich 2

incre

Divulgação do filme Os Incríveis 2

Ainda no assunto filmes, também temos Netflix por aqui, mas mesmo com a conta brasileira a programação é um pouco diferente e muitos títulos não estão disponíveis com dublagem em português.

A Alemanha é um dos países com o maior número de títulos traduzidos, então não é difícil encontrar um livro que se deseja, mas como falamos, os títulos são traduzidos, então com o domínio suficiente do idioma alemão dá passar bons momentos com os seus livros favoritos, muitos títulos também são encontrados em inglês nas livrarias e lojas online. As bibliotecas públicas também são muito bacanas, as crianças podem emprestar livros, jogos e CDs/DVDs gratuitamente e ficam com eles durante 30 dias. Os adultos precisam pagar uma taxa de 1€/mês.

Na biblioteca da nossa cidade também já tivemos a oportunidade de participarmos de contação de histórias infantis.

paulo coelho

Capa do Livro O Alquimista de Paulo Coelho

Na próxima semana contaremos um pouco sobre Weimar, berço da Bauhaus e imagem da Alemanha como “país dos poetas e pensadores”.

Auf wiedersehen!

Priscila e Thiago

Hallo!

Entertainment in Germany is a serious subject, as is the majority of German undertakings.

German fun park attractions are extremes, drawing attention to their sizes, as happens with the attractions that occupy a big area of Munich Oktoberfest.

According Tripadvisor website top 10 German fun parks are: Europark in Rust, Phantasia Land in Bruhl, Tripsdrill em Cleebronn, Steinwasser em Oberried, Hansapark em Sierksdorf, Karls Erlebnis-Dorf in Roevershagen, Heide Park in Soltau, Freizeitpark Ravensburger Spieleland in Meckenbeuren, for kids Legoland in Gunzburg and Playmobil Fun Park in Zirndorf.

We known Playmobil Fun Park, and it’s a very cool place. We were thinking that only Bruno would have fun but Letícia liked it too. Attractions are ludic and force children to spend energy. Thematic areas have a lot different attractions and they were fascinated. Enormous tree houses to practice climbing, a giant jump attraction, a pirate boat and a lake were you move your own boat are between our preferred attractions.

In Germany exist also aquatic parks as Therme Erding that is the second biggest thermal water complex on Europe (the first on is Bucharest Thermal  Park), Theme Erding has 185.000m² and is located at 30 North Munich minutes by car, receiving circa 4.000 visitors every year.

Almost every city has public swimming pools, were is possible spend all day paying a small value. German climate is temperate, despite this year we had high temperatures record on Summer. For this reason is not common to find private swimming pools thus public swimming pools are used by everyone.

German people likes to go to rivers and lakes too, and is not difficult to find a place with a camping structure. Many Germans have a very peaceful relationship with their bodies, for this reason is possible to find nude people in lakes and parks. For many German people nudism is an option and lifestyle with decades tradition called here Freikörperkultur (FKK), or free body culture (free translator). Sectors destined to FKK normally have an indication, so before to start a striptease be sure that you are in a correct place.

Also, is not only in lakes where you can find FKK practicers but in some parks too. Parks are other delicious lounge places in Germany. Majority of German cities have urban parks and they are always very well-kept, presenting generous areas where you can find also Bier Gärten and playgrounds.

Kids’ play grounds in German are called Spielplatz, and they are very interesting for children, normally well-kept and well projected. They present giant slides, and also jumping and climbing areas. Where children can have hours of fun.

Germany is also big worried with sustainability, so bikes and alternative transport are welcome, but is important to pay attention were go, skate as example, is prohibited on majority of city streets.

German winter is relatively long, in autumn time low temperatures near to 0°C during the night. We’d never sawn snow and we are anxious to see landscape transformed more than now. During winter on of the most practiced sports, especially for the kids is Schlitten fahren or bobsledding. For adults Germany have a lot of places for Ski practice, the most popular are Sauerland, Harz, Thuringia Forest, Black Forest and Bavarian Alps.

Nordic walking is also very popular here. This activity uses staves similar to ski poles that make it more dynamic, favoring step amplitude and exercise velocity. Nordic walking permit a quickly walk without overburden knees, using poles at the correct they high obliges to maintain back straight, preventing pain and posture deviation.

But Germany has also indoor entertainment options, as Jump House that we’d visited in Berlin, where for a fixed amount kids and adults can have fun during one and two hours.

Even in small cities you can find very good movie theaters, with different places and values. Majority of movies is exhibited dubbled and many movies receive exclusive tittles, even movies that maintain the original English tittles. In big cities is possible to find movie theaters that show movies in original language as Sony System in Berlin. In addition, some movies in Germany don’t follow world releases as happened with Incredibles 2 that we needed to wait 2 months to watch here.

Netflix is a good option here, some titles are different and some subtitles are disponible only in German or English, even with a Brazilian account.

Germany is one of the biggest books producers, here is not difficult to find any title, but normally in German, so with a sufficient domain on German language you can have good moments with your favorite book. Many books are disponible in English at book stores and online stores. Public libraries are very good too and children can lend books, games, CDs and DVDs without fees, adults have to pay 1€ per month. In our city library we had the opportunity to participate in a children storytelling.

Next week we will tell you about Weimar, cradle of Bauhaus University and responsible for the image of Germany as a land of poets and great thinkers.

See you there!

Auf wiedersehen!

Links úteis:

https://www.tripadvisor.com.br/TravelersChoice-Attractions-cAmusementParks-g187275
https://www.deutschland.de/pt-br/topic/vida/esporte-e-lazer/esporte-de-inverno-nas-montanhas-medias-alemas
https://www.dw.com/pt-br/onde-ficar-pelado-em-p%C3%BAblico-na-alemanha/a-19172333
https://www.dw.com/pt-br/conhe%C3%A7a-os-melhores-lugares-para-esportes-de-inverno-na-alemanha/a-16570131
https://simplesmenteberlim.com/atracoes-e-atividades/atracoes/parques-lagos-e-areas-verdes/
https://www.deutschland.de/pt-br/topic/vida/esporte-e-lazer/esporte-de-inverno-nas-montanhas-medias-alemas
https://www.jumphouse.de/berlin/
https://www.bythelake.ch/en/nordic-walking/
https://boaforma.abril.com.br/dieta/caminhada-nordica-queima-mil-calorias-por-semana/
https://www.therme-erding.de/en/

 

Alimentação #Diet

Hallo!

A alimentação talvez seja a parte mais difícil do processo de adaptação a um novo país.

Por mais que achamos que está ok e que conhecemos o cardápio da outra cultura, nenhuma experiência prévia, será comparável ao que acontece no país de destino.

Como nossa família é de origem alemã então já conhecíamos alguns dos hábitos alimentares que iríamos encontrar por aqui, como as geleias e alguns dos pãezinhos mais massudos.

Mas a experiência em restaurantes é sempre surpreendente.

Para começar precisamos contextualizar a nossa família, mamãe é vegetariana, papai come super bem qualquer tipo de comida, além de uma adolescente com 13 e uma criança de 7 anos, com as peculiaridades inerentes às idades, compõem o nosso perfil.

A primeira questão logo que chegamos estava em compreender os cardápios dos restaurantes, os nomes de cada prato e os ingredientes.

Alguns restaurantes têm opção de cardápio em inglês, o que já facilita um pouco o entendimento.

Passada essa fase e feitos os pedidos, geralmente a comida não tinha exatamente o sabor que estávamos esperando, simplesmente porque os temperos que eles usam por aqui são completamente diferentes do que utilizamos no Brasil.

Não que não se encontrem os mesmos temperos nos supermercados, na verdade se encontra sim e vários outros (algumas misturas que até hoje não sabemos onde devem ser utilizadas para falar a verdade), mas eles simplesmente entendem que as misturas devem ser feitas com outros sabores e outras combinações.

11

Schnitzel (suíno) com fritas e salada

Enquanto no Brasil o arroz é acompanhamento padrão para a maioria dos pratos, por aqui é a batata que reina quase que absoluta.

E enquanto no Brasil as carnes de gado são o carro chefe, por aqui são os suínos que se sobressaem nos cardápios. As linguiças também são apresentadas para todos os paladares, inclusive os vegetarianos e veganos.

 

Linguiça vegana servida no pão com mostarda (Oktoberfest) e Bratwurst no pão com mostarda (Turíngia)

Nada de restaurantes em quilo por aqui também e geralmente os pratos são únicos e se você quiser uma salada vai ter que pedir separadamente e ela provavelmente será apresentada já com algum molho.

 

 

Batata gratinada com bacon e salada – Legumes gratinados com linguiça

Os fast foods como McDonald’s e Burger King têm seus pratos adaptados e o sabor dos lanches mesmo que tenham o mesmo nome é diferente. Aí eu saí no lucro, porque tem mais de uma opção vegetariana normalmente, diferente do que acontece no Brasil.

Pizza que é uma comida universal é um pouco diferente do que estamos acostumados no Brasil, os restaurantes italianos são os que têm as opções que mais lembram as pizzas brasileiras, embora não exista essa coisa de borda de catupiry por aqui, uma vez que não se acha um requeijão deste tipo.

03

Pizza vegetariana feita pelo nosso pizzaiolo Thiago

Os restaurantes orientais são fáceis de encontrar, mas a comida também é diferente do que estamos acostumados no Brasil, os sushis são geralmente maiores, com mais arroz e alguns ingredientes diferentes também, como por exemplo, eles substituem a manga por abacate no sushi Califórnia e nada de cream cheese em qualquer outro sabor, embora seja facilmente encontrado em qualquer mercado, também é difícil de encontrar um rodízio, ou um restaurante com preço fixo onde você coma a vontade.

09

Arroz frito com legumes e camarões e rolinho primavera – Restaurante Asiático

Encontra-se muitos restaurantes turcos, que vendem desde comidas típicamente turcas até massas e pizzas.

Os mercados são muito bons e apresentam uma grande variedade de praticamente todos os produtos, encontram-se facilmente vários tipos de legumes e frutas, algumas produzidas por aqui e outras importadas de regiões tropicais. Encontram-se algumas variedades de feijões, embora ainda não tenhamos encontrado uma que se assemelhe ao feijão carioca brasileiro.

07

Exemplo da variedade disponível nos supermercados alemães – Ilha com Abóboras

Queijos e iogurtes são apresentados numa imensa variedade, com preços bastante acessíveis. Vinhos e chocolates também. Diversas opções de comidas pré-preparadas e bastante opção de substituição para quem é vegetariano e vegano.

Mas embora tenha toda essa fartura nos mercados, palmito só encontramos num mercadinho de um restaurante brasileiro em Munique, até agora.

As padarias são muito boas, com muitas variedades de pães, o único problema é que como moramos numa cidade pequena, a produção sai pela manhã, então a tarde é difícil encontrar um pãozinho fresquinho recém saído do forno. Ah e pão francês também, nem pensar! Mas sempre têm vários tipos de bolos e pães doces para compensar além dos pãezinhos com grãos de todo tipo.

04

Apfelstrudel com sorvete de Baunilha

Geralmente as padarias são bem apresentadas e possuem áreas com mesas e cadeiras para que você possa optar se deseja comer por lá mesmo e tomar um café, que também é um pouco diferente do sabor brasileiro, normalmente mais fraco e pode ser servido puro, com leite ou Sahne (o Sahne é uma espécie de creme de leite encontrado com várias espessuras, pode ser mais grosso e se parece bastante com o requeijão brasileiro, ou mais ralo, neste caso específico para ser adicionado ao café).

Quando você faz um pedido no balcão de um restaurante, padaria, café ou sorveteria, eles geralmente perguntam se você deseja comer por ali mesmo ou vai levar para casa, essa informação é super importante para eles porque define qual a alíquota de imposto que o estabelecimento terá de pagar por aquele produto, então é bom prestar atenção porque se você pegar uma casquinha numa sorveteria, que é algo que eles entendem que será consumido fora do estabelecimento, ela não deve ser consumida ocupando uma mesa no interior da sorveteria por exemplo. Sem saber dessa particularidade levamos uma tremenda bronca certa vez, então fica aqui a dica para não passar pela mesma situação que a gente.

No nosso caso, além de mais econômico e mais sustentável, a melhor opção tem sido cozinhar a nossa própria comida.

Com as várias possibilidades que temos no mercado, podemos escolher os nossos temperos e acrescentar ao cardápio os itens que agradam à toda família e tornem os sabores mais familiares ao nosso paladar. Alguns legumes e frutas apesar de terem o mesmo nome têm a aparência e o sabor um pouco diferenciado, por exemplo a abobrinha (zucchini) se parece com um pepino, e nos parece mais saborosa, a rúcula também tem as folhas menores e é menos amarga, encontramos com facilidade champignons frescos que e uma grande variedade de tomates, maçãs, uvas e abóboras.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Algumas das nossas criações

Por outro lado, as crianças almoçam na escola e parecem gostar muito da comida que lhes é servida, o que nos surpreendeu bastante uma vez que em casa acabam apresentando várias preferências e na escola o cardápio tem duas opções no caso da Letícia e uma só para o Bruno e eles em geral elogiam a comida que foi servida.

Na próxima semana contaremos sobre as opções de lazer e diversão. Até lá!

Auf wiedersehen!

Priscila e Thiago

 

Hallo!

Diet maybe is the most difficult part of adaptation to a new country. Even thinking that we know country menu, nothing previous can be compared to the experience living there.

As we are family German descendants, we’d knew some diet habits that we found here as jams and some breads, but restaurant experiences are ever surprising us.

Contextualizing our family, mom is vegetarian, dad eats every food without problems, and we have also a 13 years old teenager and a 6 years old child with peculiarities associated to their ages.

Our first challenge when we’d arrived in Germany was to understand restaurant menus, the name of the dishes and ingredients.

Some restaurants have menus in English that facilitate a little our understanding.

Decided the dishes, normally the food didn’t have exactly the taste that we were expecting, as they don’t use here same spices that is used in Brazil.

You can find all of spices at all grocery store, to be honest, some of then we don’t know how to use, yet. But they understand that the mixes need to be different that we normally use in Brazil.

While rice is the preferred accompaniment side dish for Brazilian people, in Germany potato is the preferred.

Sausages also are presented for all tastes including vegetarian and vegan people.

Here we don’t have restaurants that sale food by weight as in Brazil and normally the dishes are single and if you want a salad you need to ask separately and probably it will be served with some sauce.

Fast foods as McDonald’s and Burger King have their burgers adapted and the taste is different even for sandwiches with the same name. Here we have good news, because they have more than one vegetarian option, that doesn’t happen in Brazil.

Pizza, a universal food is different too, and Italian restaurants are that ones were you can find options that are most similar to Brazilian pizzas, but nothing of Catupiry border pizzas.

Asian restaurants are easy to find here, but the food is different that we find in Brazil, sushi are normally bigger, presenting more rice and some ingredients are also different, as example, in Germany they use avocado while in Brazil is used mango at California’s sushi and nothing about cream cheese.

You can find a lot of Turkish restaurants that sale from typical food to pastas and pizzas.

Supermarkets in Germany are very good and present a wide range of practically every product. There you can find easily vegetables and fruits coming from everywhere. A wide range of cheese and yogurt are presented with accessible prices, wine and chocolate, too. A lot of possibilities of pre-cooked food and good substitution options for vegan and vegetarian people.

In Germany we have very good Bakeries with a big variety of breads, the problem for us is as we are living in a small city, breads are produced during mornings, so at afternoons is difficult to find fresh bread. But you can ever find a lot of types of sweet bread, cakes and little bread with a lot of grains.

Normally bakeries have very good presentation and designated areas to seat and eat. German coffee is also a little different than Brazilian coffee, normally is not so strong and can be served alone or with Sahne (a specie of milk cream that can be found in many widths, in this case is sparse and specific to be served with coffee).

When you buy something in a restaurant, bakery or ice cream shop counter, they normally ask you if you want to eat there or you will deliver the food. This is an important information because the duties that the store will pay to the government are different in each case. Without know this information we received a scolding once, so here is an important tip to you don’t have the same problem.

In our case, besides to be more sustainable and economic, the best option is cooking our own food. Considering the big varieties that we have at supermarkets, we can decide our spices and add to menu items that can please all family. Some vegetables and fruits despite the same name look and taste different, but normally are so good as the Brazilian ones.

On the other side, our kids have lunch at school and they like the food that is served there. It was a surprise for us, once at home they present some preferences and at school Letícia has two menu options and Bruno only one. But they normally praise the food that was served.

Next week we will present here some of our leisure and recreation options, see you there!

Auf wiedersehen!

Priscila e Thiago